#tbt : Hawaii

Oi gente!

Nesse dia de #throwback eu resolvi lembrar de uma parte deliciosa de 2015: minha viagem com parte da família pro Havaí. Como vocês podem imaginar vai ser um post cheio de fotos, porque não tem como ser diferente, mas também parei pra lembrar de todas as boas dicas pra passar pra vocês 😉

Antes de mais nada, uma pequena ficha técnica dessa parte da viagem com algumas observações pra ajudar a se programar!

img_5948-2

Época do ano: Fomos em Maio, chegamos no Havaí  no “Memorial Day”.
Clima: Praticamente tropical. Tirando um tímido ventinho de fim de tarde, estava bem quente na maioria do tempo.
Ficamos hospedados em
: Eu não lembro bem o nome do hotel, mas ele era modesto e pertinho da praia de Waikiki, a mais famosa e turística da ilha Oahu (principal ilha do Havaí, onde fica a capital Honolulu).
Gostamos do hotel? Nem tanto. Essa era nossa primeira viagem ever para o Havaí, então não tínhamos muita ideia do que esperar. Depois de quase um mês de viagem, estávamos cansados e já havíamos passado por todo tipo de hotel, uns MUITO bons e outros nem tanto.
Gostamos da viagem em si? SIIM. Agora eu consigo entender porque tem gente que vai pro Havaí sempre que tem chance, lá é lindo demais e tem muita coisa interessante pra fazer/descobrir.

img_6451

O problema maior dessa área em que ficamos, na minha opinião, eram os turistas. Lá, de fato, é uma área super turística, então estava lotada de Japoneses e Chineses, sem brincadeira, LOTADA. Por conta da grande frequência asiática, várias  placas estavam escritas em Chinês e Japonês, havia diversos restaurantes especializados na comida Chinesa e Japonesa e os hábitos deles são tão diferentes dos nossos, que foi um grande choque cultural.

Pra primeira viagem achei importante ficarmos onde ficamos, porque era central para todos os passeios turísticos e a gente não conhecia nada né? Mas pra quem já conhece alguma coisa do Havaí acho que vale mais a pena pegar uma casa mais pra dentro da ilha, é menos central, provavelmente você vai ter que pegar o carro pra ir até o mercado, mas a vista e as praias são tão calmas e maravilhosas que acho que vale a pena.

Ficamos todos os dias de Havaí em Oahu! Não chegamos a explorar outras ilhas. As praias mais afastadas super valem a pena e, no final das contas, demos a volta quase em toda a ilha! Ela não é tão grande quanto parece.

Nós alugamos um carro com GPS, mas as boas dicas fomos pegando com as pessoas de atendimento aqui e ali. A dica de ouro, na verdade, veio no meio do caminho pra uma das praias, descobrimos um Oasis brasileiro: um food truck que vende coxinha, pastel, guaraná antártica, Açaí e Pitaya ❤

img_5913

Nesse momento aproveitamos pra tirar todas as nossas dúvidas porque o pessoal era brasileiro e morava há muitos anos no Havaí. Eles deram algumas dicas sobre boas praias e melhores formas de se chegar em qual ponto turístico, etc.. Muito muito legais! Pra mim é parada obrigatória pra qualquer brasileiro que vai até lá, inclusive porque a coxinha é uma das melhores que eu já comi (inclusive no Brasil, hehe)!

img_7098-2
Percebam a felicidade no olhar.. #garotapropaganda

Infos do Foodtruck brasileiro:
Nome – Crispy Grindz
Onde – North Shore de Oahu (especificamente perto – em frente, na verdade – da praia de Pipe Line)
Site – http://crispygrindz.com/home/

A comida no Havaí nós não aproveitamos muito, em geral. Acabamos comendo em restaurantes que apareciam no contexto da nossa programação e, a única indicação que tivemos de restaurante foi um de Japonês que fica bem em frente a praia, mas achamos muito caro e acabamos optando por focar em comidas menos típicas, hehe.

Uma coisa eu posso dizer sobre a comida: adorei essa moda de botar abacaxi nas comidas salgadas, virei uma adepta, amei a combinação. Ela é um clichê, mas é a mais pura verdade!


Programas turísticos que fizemos:

Centro de Cultura Polinésia

img_6111-2

Demos uma volta no Centro de Cultura Polinésia. É uma atração MEGA “para turistas”, achamos meio goiaba, por isso nem ficamos pros eventos dentro do centro cultural.. Mas a ideia é boa: explicar as principais diferenças culturais entre as diferentes tribos das ilhas polinésias.

Memorial Day cheio de Luzes no mar!

img_5874-2

Chegamos bem na época do Festival de Lanternas Flutuantes (Memorial Day), um momento emocionante em que eles mandam lanternas para os seus ancestrais colocando elas pra flutuar no mar. As fotos ficaram horríveis, por causa da luz, mas eu nunca vi algo tão bonito. Pra ver fotos bonitas dá uma olhada aqui: http://www.decolar.com/blog/eventos/festival-das-laterna-flutuantes-no-havai

Pearl Harbor

img_6377

Fomos conhecer a história de Pearl Harbor, demos uma volta pelo museu a Céu aberto e compramos uns bagulhos na lojinha de souvenir (como sempre).

Hula!

img_6498-2

Assistimos uma apresentação (de graça) de Hula na praia de Waikiki. Apesar de cheio, foi bem interessante e turístico. Tiramos fotos com os dançarinos, minhas irmã até dançou no palco, foi bem engraçado.

img_6621-2

Olha o visual do fim de tarde na praia ❤

 Praias & Praias … 

{Pessoal, por hoje é só.. em breve eu edito pra falar das praias 😉 }

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s